Mitos e verdades sobre a vida útil de unidades SSD

SSD - Vida útil

Muito se fala hoje sobre as unidades Solid State Drive, ou popularmente conhecidas como SSD. Este dispositivo é responsável por um dos maiores gargalos da informática dos últimos tempos: A velocidade do antigo HD (Hard Disk ou Disco rígido).

Isto aconteceu porque praticamente tudo nos computadores tiveram uma evolução galopante nos últimos anos. O que realmente ficou para trás foi o desempenho do HD.

O HD é o local em que são gravadas todas as informações do computador. Sistema Operacional, Programas, Documentos, Fotos, enfim. Tudo que é gravado fica no disco rígido do computador (ou notebook).

SSD veio para quebrar esta barreira de velocidade, pois o HD é um disco com acesso mecânico, portanto a velocidade e a vida útil eram comprometidas, uma vez que o desgaste é inevitável.

A tecnologia utilizada nos drives SSD são de memória flash (Nand), bem parecida com os pendrives que utilizamos. Ou seja, ao invés de discos que giram para serem lidos, os SSDs são compostos por chips de memória, o que torna estas informações mais seguras e rápidas.

Hoje vivemos uma popularização dos SSDs, os preços estão cada vez mais acessíveis e esta tecnologia está cada vez mais perto do usuário comum.

Mas com a nova tecnologia, surgem as dúvidas, mitos e verdades diversas sobre ela.

Os tipos de memória Flash Nand

Existem basicamente três tipos de memórias hoje em dia.

SLC

  • Grava 1 bit/célula
  • Alto desempenho
  • Alta confiabilidade
  • Maior vida útil
  • Alto custo

MLC

  • Grava 2 bits/célula
  • Desempenho intermediário
  • Confiabilidade intermediária
  • Vida útil interediária
  • Custo intermediário

TLC

  • Grava 3 bits/célula
  • Baixo desempenho
  • Baixa confiabilidade
  • Menor vida útil
  • Baixo custo

* Todas estas comparações são de uma em relação à outra.

Controle de Desgaste

Todos eles possuem um chip controlador de desgaste (Wear Leveling) que identifica o melhor local para os dados serem gravados. Na prática se você gravar as informações sempre na mesma posição, esta célula é desgastada mais que as outras, portanto este chip identifica o melhor local para utilizar o SSD por completo, então o desgaste é gradual e integral.

Qual a vida útil de um SSD ?

A vida útil de um SSD é calculada pelo seu TBW (Total Bytes Written) que é um coeficiente de quantas vezes você poderá gravar informações em uma mesma célula antes que ela “queime”.

Claro que que na tabela inicial podemos identificar que o SSD com maior custo é mais durável e mais rápido (SLC), porém é o mais caro. E os de tecnologia TLC são menos velozes (em comparação ao SLC ou MLC) mas por outro lado são bem mais baratos.

Independente de qualquer tecnologia, os drives SSD são projetados para durar muito. Suponhamos que você grave 3 GB de arquivos diariamente (o que é bastante), mesmo assim o seu SSD durará mais que o restante do seu computador, portanto não se preocupe.

Retenção de dados

Outra pergunta comum é se um SSD for guardado desligado ele perderá as informações após alguns anos. Sim, isto pode ocorrer, mas os fabricantes garantem cerca de 100 anos para um SSD armazenado em condições ideais e até 25ºC. Ou seja: Você pode guardar suas informações no seu SSD e deixá-lo na gaveta por uns 10 – 20 anos tranquilamente.

Mas sempre atente-se a temperatura. Altas temperaturas podem danificar seu dispositivo !

Outras perguntas comuns sobre drives SSD

É necessário Desfragmentar o SSD ?

Não. O HD é desfragmentado para manter próximas as informações mais utilizadas, uma vez que o acesso é mecânico. Já no SSD os dados são armazenados em CHIPS, portanto seu acesso é acessado eletronicamente, então não é necessário.

Desfragmentar o SSD prejudica sua vida útil ?

Sim, uma vez que o desfragmentador move os arquivos, então ele grava e apaga várias vezes o mesmo arquivo. Como já foi dito, seu SSD tem uma vida útil em relação a gravação de dados e levando-se em conta que é desnecessário a desfragmentação, então não é recomendável desfragmentar seu SSD.

* Lembrando que mesmo desfragmentando, a vida útil do SSD é muito grande.

É mais dificil recuperar dados de SSD ?

Em casos de formatação acidental ou exclusão de arquivos, tanto o SSD quanto o HD tem o mesmo nível de dificuldade de recuperação.

Já em uma pane física, em algumas situações o SSD pode ser mais difícil de recuperar as informações que o HD. Temos que levar em conta que a tecnologia é bem mais recente, então as ferramentas também.

SSD consome menos energia ?

Sim, em via de regra, normalmente o SSD consome menos energia que o HD.

Velocidade maior com SSD ?

Sim, muito. Entre 6 e 10 vezes mais rápido que o HD. Você pode “reviver” um computador antigo que está muito lento somente trocando seu antigo HD por um SSD.

Fonte: clubedohardware.com.br

Outros artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *