Tudo sobre o HD externo

Tudo sobre o HD externo
Cada tipo de HD externo possui sua característica e sua maneira correta de utilização.
Autor: Marcos Carvalho 26 de dezembro de 2019

Algumas vezes você precisa comprar um HD externo, mas nem sempre sabe qual comprar e como utilizar de forma segura este equipamento.

Este artigo vem para tirar suas dúvidas e te ajudar a comprar este aparelho que é muito utilizado principalmente para backups

Quais os tipos de HDs externos?

Eu particularmente divido em 3 tipos, de acordo com sua tecnologia.

Claro que existem mais, porém estes são os mais utilizados.

Vamos a lista abaixo:

Case + HD convencional

Este é o mais simples de todos. Você compra um “case” de HD e coloca seu HD convencional dentro dele.

Ele cumpre a função, porém a qualidade dos seus componentes nem sempre é muito boa.

Primeiro o case, que normalmente são umas “caixinhas” com um adaptador SATA (interface do HD) e um cabo USB 2.0 ou 3.0

Este case normalmente não proporciona nenhuma segurança em relação à batidas ou quedas, o que torna seu HD muito vulnerável a falhas futuras

Segundo que o HD colocado normalmente não é novo, pois nestes casos o que vejo muito são pessoas colocando novos HDs em seus computadores e para não “perder” o HD que já existe, colocam em cases para virar seu backup.

Este HD é um HD que é usado em Notebooks (aqueles pequenos de 2,5″)

O HD tem uma vida útil de 3 a 5 anos, mas isto não é uma regra. Ele pode durar 1 ano ou até 10 anos, vai depender da qualidade do equipamento e de como você utilizar.

HDs são discos rígidos com uma cabeça de leitura e gravação magnética, o que significa que ele funciona mais ou menos como um antigo disco de vinil, e se riscado ou batido, seus arquivos ficam comprometidos.

Eu sugiro você fugir deste tipo de HD externo, a não ser que seu uso seja para alguma coisa não muito importante, pois se você usar este tipo de HD externo para fazer um backup de informações importantes poderá ter um problema sério.

O custo dele varia entre R$ 50,00 e R$ 80,00 (do case) e mais um HD que você tenha. Se tiver que comprar um HD e o case, sugiro passar para a próxima opção, que talvez seja mais barata e com certeza mais confiável

LEIA  Fonte de notebook esquentando muito

HDs próprios de 2,5″

HD externo da Samsung de 2,5"
HD externo da Samsung de 2,5″

Estes são HDs fabricados para uso externo. Claro que você deve se atentar a marca e originalidade do produto, como tudo hoje em dia, mas esta opção é melhor que a anterior.

Marcas como Samsung, Wester Digital e outras, enchem as prateleiras com diversas opções de tamanho.

500GB, 1TB, 2TB ou 4TB são algumas das opções disponíveis no mercado.

Uma característica deste tipo de HD externo é que eles são “enclausurados” em seu próprio hardware, então você não pode simplesmente abrir para trocar o HD, ele é uma peça só.

Isto garante uma maior confiabilidade em todo o produto, com melhores conexões entre o adaptador e o HD em si.

Ele também vem com um pequeno sistema de proteção contra batidas e quedas (é pequeno, mas já ajuda um pouco), trazendo maior proteção para suas informações lá gravadas.

A conexão com o computador ou notebook é um USB 3.0 (aquele azul) e do lado do HD externo, uma conexão própria parecido com um duplo USB-C.

Assim como os cases, ele não necessita de uma alimentação de energia externa, a própria USB faz este papel para energizá-lo, pois são HDs de 2,5″.

Outra característica bem comum é que estes HDs externos vem com programas da própria fabricante para fazer backups

Os preços variam entre R$ 250,00 (um HD Seagate de 500GB) a R$ 550,00 (um HD Western Digital de 3TB)

HDs próprios de 3,5″

HD externo da Seagate de 3,5" (com fonte)
HD externo da Seagate de 3,5″ (com fonte)

Estes são mais difíceis de serem encontrados. São aqueles maiores que possuem um HD interno de 3,5″

A principal característica que você pode ver de cara é que ele possui uma fonte externa (normalmente 12V) para acionar este HD – diferente dos modelos anteriores que utilizam a própria USB para a alimentação.

Os preços são um pouco mais altos que os de 2,5″, mas não é muita diferença

Então quanto ao funcionamento você pode ver algumas diferenças:

Maior velocidade – Por ser um HD mais rápido (HDs de 3,5″ são via de regra, mais rápidos que os de 2,5″) e possuir alimentação externa, você tem um conjunto mais rápido – Sem contar que os HDs de 3,5″ poder ter buffers de alta capacidade de memória para acelerar sua gravação.

LEIA  Corrigir sistema de arquivos inconsistente no Linux

Maior confiabilidade – Estes discos são mais robustos que os outros, você percebe ao pegá-los na mão. A “caixa” é maior, mais forte, e consecutivamente tudo acaba ficando mais protegido

Menor portabilidade – Por ser maior e ter uma fonte externa, você tem um equipamento muito mais difícil de ser transportado, e ainda ao ligar, precisa de uma tomada sempre perto

Pegadinhas: Estes cases de 3,5″ podem ser abertos, portanto podem trocar os HDs dentro deles, e colocar um de baixa qualidade, o que reduziria todos estes fatores acima.

Como e para quê usar um HD externo?

O HD externo é feito para usar em backups e transferência de dados. Isto significa que você não deve utiliza-lo como seu HD principal.

Um disco de backup tem que ser extremamente confiável para que sempre que você perder ou apagar um arquivo em seu computador, ele está lá no seu HD externo para salvar sua vida.

Você pode usar como quiser, porém quanto mais tempo você usa, menor fica a vida útil restante deste HD, então preservar este equipamento é uma boa prática que nem todos utilizam.

No caso dos HDs maiores (de 3,5″ – com fonte ou o de rede) você pode utilizar no dia a dia, pois como eles não são levados para todos os lugares e ficam praticamente todo o tempo ligados em seu computador não existe tanto problema de utilizar o tempo todo.

Cuidados com o HD externo

Seu HD externo tem que ser tratado como um bebê. Todo cuidado nunca é demais.

Ele deve ser colocado suavemente sobre a mesa de trabalho, ejetado corretamente quando for desligá-lo.

Ao transportar, deve ser colocado dentro de algo que o proteja de pancadas e quedas.

Desta forma você sempre terá seu HD externo funcionando perfeitamente por mais tempo possível.

Identificando erros antes do caos

Quando um HD travar, você perderá o acesso a todas as informações lá gravadas, e terá que enviar para uma assistência técnica de confiança – mas gastará um bom dinheiro com este serviço.

LEIA  iMac com o cooler fazendo barulho

Então é importante que você saiba que a maioria das vezes é possível prever estas falhas em seu HD

Claro, estou me referindo a problemas de desgaste natural, não é possível prever uma falha de uma queda (por exemplo).

Existem programas que fazem a leitura de uma área do HD chamada de S.M.A.R.T.

Este SMART é responsável por armazenar dados sobre o funcionamento do seu HD externo – Ele funciona para os internos também – e você pode fazer um backup antes que tudo se perca.

Programas como o Crystal Disk Info (gratuito aqui no blog) e o Hard Disk Sentinel (download do trial aqui no blog) exibirão mensagens em vermelho ou amarelo quando houver uma possível futura falha no HD

Importante você saber que estas falhas são IRRECUPERÁVEIS, ou seja, assim que for acusado um erro no seu HD você deve comprar um novo e transferir suas informações para lá.

Como saber qual o melhor modelo de HD externo para mim?

Com base nestes 3 modelos que citei acima, cada um tem sua utilização na minha opinião.

Case + HD convencional – Normalmente utilizado mais em ambientes caseiros, para guardar arquivos que não são tão importantes assim. Pode ser utilizado para transferir arquivos entre computadores gastando pouco

HD próprio de 2,5″ – Se você precisa de um backup mais profissional, este normalmente é a escolha. Com um custo baixo, com fácil portabilidade, ele é a medida certa para você tirar backup de seu computador ou de vários computadores da empresa e guardar em um local seguro.

HD próprio de 3,5″ – Estes são normalmente utilizados em computadores que necessitam de maior capacidade de armazenamento (usado como uma expansão do seu HD interno), ou em um sistema de backup automatizado (que o HD externo sempre tem que estar conectado) ou em casos de maior confiabilidade nos arquivos sem a necessidade de levar o HD externo para outros locais

Você vai gostar

WalmartBR

2 comentários em “Tudo sobre o HD externo

    • Olá Alexandre, até existe, porém um HD é um Hard Disk e um SSD é um solid state drive, são coisas diferentes. Porém existem SSDs externos que são mais rápidos que os HDs, e o preço é muito mais alto também.
      Para backup, normalmente é utilizado um HD, a não ser em casos muito específicos.
      Abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.