Comandos de rede obsoletos no Linux e seus sucessores

Veja uma lista dos comandos de rede obsoletos no Linux e seus sucessores. Comandos como ipconfig e route já não funcionam mais.

Atualizado

Você que ainda usa distribuições linux mais antigas ainda não deve ter percebido, mas quando você utilizar uma distribuição mais recente, provavelmente sentirá falta de alguns comandos essenciais de rede.

Também se você possuir algum script, provavelmente deverá estar utilizando estes comandos antigos, portanto está na hora de se acostumar a utilizá-los e substituir no seu dia-a-dia.

Importante dizer que algumas vezes alguns pacotes são descontinuados por algum motivo, normalmente é alguma tecnologia que fica obsoleta ou alguma falha de segurança, então nem preciso dizer o quanto importante é trabalhar sempre com pacotes atualizados.

Abaixo os comandos descontinuados e alguns exemplos de utilização com seus comandos sucessores.

ifconfig

Utilizado para ver ou alterar uma placa de rede no Linux, este comando foi substituído pelo comando ip a

ip a

ou

ip addr

arp -a

Mostra as entradas do host, substituido pelo comando ip n

ip n

ou

ip neighbor

ou

ip n show

iptunnel

O comando iptunnel [add/change/del/show] mudou pouco.

ip tunnel [a/add]

ip tunnel [chg/change]

ip tunnel [d/del]

ip tunnel [ls/show]

iwconfig

Este é o mesmo comando para placas de rede, porém somente para placas wireless.

iw dev [nome_da_interface] link

nameif

Renomear a placa de rede.

ip link set dev [nome_da_interface] name [nome]

netstat -a

Mostra todos os sockets

ss -a

ou

ss –all

route

Mostra ou faz alterações no roteamento interno.

ip route

(este acima é para mostrar o roteamento)

Lista completa

Você pode ver a lista completa destes comandos com suas sintaxes no blog que retirei estas informações.

LEIA  Forçar fsck ao iniciar em sistemas systemd

Posts relacionados

Receba nossa newsletter gratuitamente e fique por dentro de vários assuntos da informática, além de novidades, dicas e tutoriais

Não enviamos spams, fique tranquilo

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.