Como otimizar Windows 7, 8 ou 10 para uso de SSD

Não basta trocar um HD por um SSD, se você fizer todas as configurações você terá um desempenho 100% do que um drive SSD proporciona
Otimizar Windows para uso de SSD
Autor: Marcos Carvalho 23 de janeiro de 2019
27 de fevereiro de 2019

Se você chegou até aqui, provavelmente sabe o que significa a sigla SSD e muito provavelmente já trocou seu HD pelo SSD (ou pretende trocar em um futuro próximo)

O Disco SSD é um disco de estado sólido, eletrônico, diferente do HD que tem seus “Discos” eletro-magnéticos, e por isso a velocidade de um SSD pode ser 10x maior que um HD.

Isto em casos normais, se você tiver um HD lento então, nem se fale… A velocidade é muito maior.

Mas ao trocar seu disco por um SSD, é recomendável fazer uma série de ajustes no seu Windows, para que você possa usufruir de toda velocidade disponível no SSD.

Vamos abaixo com as alterações que você pode fazer. Não é necessário fazer todas, nem mesmo tem uma ordem. Estas são todas somatórias em desempenho.

Modo ACHI Sata ligado

Este talvez seja o mais “chato” de fazer. Digo isto, pois muitos computadores que não entram no Windows são simplesmente por estar com esta configuração errada.

Digo errada pelo seguinte: Se você instalou o Windows em modo IDE SATA, ele normalmente não terá os drivers ACHI SATA, ou vice e versa.

Então o que tem que ser feito é entrar no Painel de Controle > Sistema > Gerenciador de dispositivos para verificar se seu ACHI está ativo.

Se estiver, tudo bem, mas se não estiver teria que mudar na BIOS ou UEFI, porém corre o risco de você não conseguir entrar neste Windows que está instalado.

Então só faça isso se você quiser re-instalar o Windows novamente.

Cada menu de BIOS ou UEFI é muito diferente, mas o que você precisa encontrar é a configuração do HD/SSD e habilitar a UEFI.

LEIA  Corrigir erro 8024200F do Windows Update

E claro, sua placa mãe precisa ter suporte a este recurso. Normalmente as placas após 2012, 2013 todas tem este recurso.

Ligue o TRIM

TRIM é um comando para a interface de disco. Ele interfere nos arquivos que foram apagados, gerando mais eficiência no disco.

Em poucas palavras, quando um arquivo é apagado, seria necessário a reescrita de outras informações no espaço ocupado por este arquivo. Com o TRIM habilitado, ele simplesmente marca a área toda como inválida e possibilita a gravação de novas informações sobrescrevendo as antigas.

Na prática você utiliza menos o SSD e ganha velocidade e vida útil.

Na pesquisa do Windows digite cmd que irá aparecei o Prompt de comando , clique como o botão direito do mouse nele e abra “como Administrador”

Digite o comando:

fsutil behavior query disabledeletenotify

Se a resposta for:

DisableDeleteNotify = 0

Seu TRIM está ATIVO e não precisa fazer nada. Se a resposta for 1, precisa ativá-lo com o comando:

fsutil behavior set disabledeletenotify 0

Desligue o Prefetch e o SuperPrefetch

O Prefetch é uma tecnologia que lê e armazena na memória os programas que são mais utilizados por você, com isto acelerando seus carregamentos.

Mas o SSD é mais rápido fazendo esta carga de modo dinâmico, quando necessário, e liberando memória RAM.

Digite na pesquisa regedit que aparecerá o aplicativo na parte superior. Execute-o.

Localizando o Regedit
Localizando o Regedit

Localize a seguinte pasta do lado esquerdo:

HKEY_LOCAL_MACHINE\SYSTEM\CurrentControlSet\Control\Session Manager\Memory Management\PrefetchParameters

Dentro pode existir um ou os dois parâmetros: EnablePrefetcher e EnableSuperPrefetcher.

Parâmetros do prefetch
Parâmetros do prefetch

Os valores padrão, se sua instalação do Windows não for feita em um SSD, serão 3, e você deve alterar.

Clique duas vezes no parâmetro, e altere o valor para 0. (zero)

Desabilitar o prefetch
Desabilitar o prefetch

Desligar a indexação de arquivos

A indexação de arquivos é muito útil em HDs, pois como são vários discos magnéticos, o Windows cria um índice para saber em qual local se encontram os arquivos.

LEIA  Corrigir sistema de arquivos inconsistente no Linux

Em uma analogia simples, seria um índice para pastas. Onde está a pasta do FULANO?

Ao invés de abrir caixa por caixa, você pega sua tabelinha (índice) e vê: Ah está na caixa 10, sala 2, e pega a pasta mais rápido que se procurasse uma a uma.

Mas o SSD é totalmente eletrônico, com outra tecnologia, e a criação de índices no Windows consome muitos recursos do computador, deixando-o lento durante este processo.

Então é aconselhável desabilitar a indexação para melhorar seu desempenho com um SSD.

Abra o Explorer, aquela pastinha amarela embaixo

Clique com o botão direito no disco C: (que é o SSD) e vá em Propriedades.

Desmarque a opção “Permitir…”

Clique em aplicar e OK

Será solicitada uma permissão para continuar, clique em Sim

Depois aparecerá um aviso que alguns arquivos não poderão ser modificados, clique em Ignorar todos.

O processo irá demorar um pouco, ou bastante, depende da quantidade de arquivos que você tenha.

Desligar o Windows Search

O Windows Search funciona mais ou menos como a Indexação (o ítem anterior). Na verdade em conjunto.

Pela mesma razão também não é necessário utilizar com SSD.

Na barra de comandos, digite services ou serviços que irá encontrar o aplicativo Serviços do Windows. Entre nele.

Na lista que se abrirá, localize o serviço chamado Windows Search. Clique com o botão direito do mouse nele e vá em Propriedades.

Mude o tipo de inicialização para Desativado.

Com isso, o serviço Windows Search estará desativado.

Desabilitar o Desfragmentador automático

O Windows, por padrão, já vem com um agendamento para “desfragmentar” o disco de forma automática de tempos em tempos.

Com o SSD não há necessidade da desfragmentação do disco, pois como explicado anteriormente, a tecnologia é diferente e o acesso aos arquivos não necessitam ser desfragmentados.

LEIA  Identificando problemas no HD

Abra o Explorer e clique em Este computador, depois selecione o Disco Local C: clique com o botão direito e vá em propriedades.

Abrir o Explorer
Abrir o Explorer

Clique na aba acima Ferramentas depois clique em Otimizar

Ferramentas /> Otimizar” class=”wp-image-8146″/><figcaption>Ferramentas > Otimizar</figcaption></figure>



<p>Com o Desfragmentador aberto, clique em <em>Alterar configurações</em></p>



<figure class=Alterar configurações
Alterar configurações

Desabilite a opção Executar seguindo um agendamento (recomendado) e depois clique em Ok

Desligar o agendamento do defrag
Desligar o agendamento do defrag

Agora sua unidade SSD não será desfragmentada de tempos em tempos, economizando “ciclos” e processamento, já que não existe a necessidade disto.

Defrag desativado
Defrag desativado

Desligue a Hibernação

A hibernação ocupa muito espaço em disco, além de ser mais utilizada para HDs, pois o SSD consome pouca quantidade de energia.

Então desabilitando a hibernação, você ganha bastante espaço, que é o principal problema dos SSDs, visto que seu custo GB/R$ é muito mais alto que um HD.

Na barra do Windows digite cmd e clique com o botão direito no Prompt de comando para executar como administrador.

Abrir Prompt de Comando como administrador
Abrir Prompt de Comando como administrador

Digite o comando abaixo:

Desligando a hibernação
Desligando a hibernação
powercfg -h off

Reinicie seu computador/notebook

Com todas estas mudanças, você deve reiniciar seu computador para que ele atualize as configurações.

Lembrando que é sempre necessário ter um backup de tudo, pois são alterações feitas em serviços, registro, etc… Sempre há um risco de acontecer um problema no Windows.

Inclusive, muitos problemas que podem ocorrer não não necessariamente por conta destes comandos, mas sim por causa de eventuais problemas que o computador já tenha.

Mas por via das dúvidas, é essencial ter um backup de tudo.

Um abraço a todos, e aproveitem seu novo SSD.

WalmartBR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.